Mulheres no mercado de trabalho

Boa tarde pessoal, no post de hoje vamos falar sobre um assunto muito importante, as mulheres!

Mulheres vem percorrendo um caminho que passou por diversas lombadas, e acredito que o conteúdo desse post pode ser inspirador para muitas pessoas! 

Nunca desista dos seus sonhos, a oportunidade pode estar logo atrás da próxima porta! Acesse agora mesmo www.vagasonline.com.br

MATÉRIA ANEXA – Revista Glamour – Link da matéria LINK

A história da Priscila Sabará, de 34 anos e CEO da Foodpass, empresa de produção de conteúdo e experiências gastronômicas, é exatamente assim: “Em 2014, trabalhava sozinha das 4 h às 22h, todos os dias, construindo as ideias, fazendo contatos e realizando projetos. Depois de um ano, consegui estruturar o negócio para ter um escritório e contratei a primeira pessoa para me ajudar”. Hoje, em contrapartida, Pri tem um time de seis pessoas – sendo todas mulheres – e faturou, no ano passado, R$ 3,5 milhões. Baita inspiração.

Em entrevista à Glamour, Pri – que é formada em Nutrição pela USP – contou que a decisão de empreender veio de uma inquietação com o rumo do consumo alimentar. “Antes de me aventurar na abertura da empresa, fui estudar para entender o padrão estético e os transtornos alimentares”, disse. “E empreender é isso… É ter uma missão que te guie em suas decisões e faz com que você escolha correr riscos por acreditar na sua ideia.” A Foodpass, então, nasceu em 2014 como uma plataforma de venda de tickets para experiências gastronômicas saudáveis & gostosas. Hoje, o business continua vendendo ingressos de eventos exclusivos de clientes, mas também cria projetos especiais – foi ideia da Pri a websérie “Talentos da Gastronomia”, da Nespresso.

Priscila Sabará (Foto: Divulgação)

Priscila Sabará (Foto: Divulgação)

Sobre trabalhar exclusivamente com mulheres, Pri vai direto ao ponto: “Somos uma empresa feminina, feminista e não acreditamos que diminuiremos a desigualdade de gênero sem ter políticas. Para nós, cota não é esmola. É uma atitude de transformação da sociedade. O mundo dos negócios exclui mulheres com seus códigos masculinos e queremos dar oportunidades, valorizar a cadeia de negócios entre mulheres”.

Já tem um negócio e quer crescer? A dica da Pri é procurar mentoria! “Empreender é uma montanha-russa. Em um dia você está certa de que não existe mais saída para o negócio e, no outro, fecha um projeto com um cliente que devolve a esperança financeira”, disse. Por isso, a importância de ter um mentor para os momentos de desespero. “Fiquei muito feliz este ano quando me inscrevi e passei num programa de aceleração. Assumi que precisava de ajuda e entendi que o caminho ideal seria a mentoria, para que pessoas mais experientes e confiáveis pudessem me ajudar a entender e a validar o modelo de negócio da Foodpass.”

Por outro lado, se você está quaaaase desistindo, Pri sugere que o você, business girl, cuide de você – sim, é isso mesmo: “Aprenda com seu erro, aceite suas fraquezas e potencialize suas habilidades. Seu tempo deve, sim, ser dedicado à empresa ter melhores resultados, mas não significa apenas trabalho. Você precisa ter saúde física, emocional e psicológica”, conta. “Eu, por exemplo, acordo cedo, pratico esporte todos os dias, me alimento bem, durmo com qualidade, faço ioga, meditação e terapia.”

E o sonho não parou por aí, viu? Mês que vem, Pri participará, em Lisboa, do Web Summit, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo. A empresa dela é uma das 25 que irá representar o Brasil na conferência. A meta para 2019 é levar a Foodpass para fora do Brasil. Boa, garota!

#Girl Power

Equipe Vagas Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *